Causos de Rolando Boldrin – O (não) pagador de promessas

Depois de uns dois anos de eleito, o governador se encontra, nas escadarias do palácio, com um capiau. Sem reconhecer o dito cujo, o roceiro pergunta:
Capiau – Ó moço! É aqui que a gente cunversa com o governadô? É aqui que ele mora?
Governador (disfarçando) – É sim, meu bom roceiro. Mas posso saber o que o senhor tem a lhe falar?
Capiau – Pode, sim. Num sô como esses político sem vergonha e inroladô. Vim falá umas verdade.
Governador – E o senhor veio falar com o governador sobre o quê? Alguma promessa que ele não cumpriu?
Capiau – Acertô na mosca. Eu moro na cidade de Pau Furado. Ele teve lá, prometeu fazê uma ponte em cima do córrego e num fez foi nada.
Governador – E como o senhor irá se dirigir a ele?
Capiau (cuspindo fogo) – Se ele falá que num vai fazê a tar ponte, vou mandá ele pros quinto dos inferno. Vô xingá a famía dele de tudo que é nome.
Eles se despedem. Coincidentemente, era dia de o governador atender as reinvindicações do povo. E para começar seu dia com humor, manda que o secretário chame o capiau metido a valente. Ao entrar, nosso cumpadi toma um susto.
Governador – Pois bem. Qual é a reclamação?
Capiau (rodando o chapéu, de cabeça baixa) – Eu vim… cobrá… a promessa… da ponte.
Governador (fingindo aspereza) – Olha aqui, meu amigo. O governo tem mais o que fazer. Não vou fazer ponte nenhuma. E daí? O que é que há?
Capiau – O que que há? O que que há é que a coisa é daquele jeito que nóis dois cunversamo lá fora!
E sai pisando duro, rumo a Pau Furado.

~ por fernandaregina em 15 de fevereiro de 2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: